Engenheiro Criativo - Ensinando você a ter soluções criativas para problemas de seu cotidiano

Um Breve Raio-x Sobre Argamassa Polimérica

Saiba como funciona esse sistema de impermeabilização que pode ser utilizado em estrutura com e sem movimentação, tendo que o mesmo ser dimensionado pelo engenheiro projetista.

Por Janilton Maciel Ugulino dia em Engenharia Civil

Um Breve Raio-x Sobre Argamassa Polimérica
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Resolvemos escrever aqui sobre esse sistema de impermeabilização, visto que a maioria dos engenheiros apenas gostam de adotar o sistema de impermeabilização flexível a base de produtos asfálticos, como as mantas asfálticas. Muitas vezes a aplicabilidade de argamassas poliméricas se tornam mais baratas e bem mais práticas, contudo temos que observar que temos que obedecer algumas regras normativas, o que torna a aplicação do produto um pouco mais especializada, assim tornando inevitável o treinamento para obtenção de uma mão de obra mais qualificada.

A facilidade de aplicação e o menor custo comparado a outros produtos torna a argamassa polimérica um dos sistemas de impermeabilização rígidos mais empregados nas obras brasileiras. A solução é indicada para conter a umidade e evitar infiltrações em estruturas sujeitas a pouca ou nenhuma movimentação, caso de cortinas de contenção, reservatórios enterrados (incluindo piscinas), cisternas, baldrames, rodapés e subsolos, além de áreas frias, como banheiros, lavabos, cozinhas e áreas de serviço. 

Produzida industrialmente, a argamassa polimérica é composta por cimento, agregados minerais inertes, polímeros acrílicos e aditivos. Uma vez misturados no canteiro e devidamente aplicados, esses componentes formam um revestimento durável, com propriedades impermeabilizantes e elevada resistência mecânica.

 

Um Breve Raio-x Sobre Argamassa Polimérica

 

1. Substrato

A estrutura a ser impermeabilizada deve estar limpa, sem partes soltas ou desagregadas. Também precisa estar úmida, para facilitar a aderência da argamassa polimérica. Eventuais trincas e fissuras devem ser tratadas antes da impermeabilização.

2. Argamassa polimérica

Pode ser aplicada com trincha, como pintura, mas sempre em camadas regulares. A quantidade de demãos é indicada pelo projeto de impermeabilização. No momento da execução, é fundamental que o intervalo entre demãos para a cura do impermeabilizante seja respeitado.

3. Tela de poliéster

É aplicada em áreas críticas, como no entorno de ralos, para reforço. A tela deve sempre ser colocada entre camadas de argamassa polimérica. 

4. Argamassa polimérica

Para desempenho adequado, é fundamental que a tela seja completamente recoberta com o impermeabilizante. 

5. Proteção mecânica 

Passado o período de cura, é recomendável a execução de uma camada de argamassa sobre a impermeabilização concluída para proteção mecânica. 

6. Revestimento

Após a impermeabilização, a superfície pode receber diferentes tipos de revestimento, desde pintura até placas cerâmicas.

7. Componentes 

Argamassas poliméricas são compostas por cimento, agregados minerais inertes, polímeros acrílicos e aditivos que formam um revestimento impermeável. São produtos encontrados no mercado na versão bicomponente, sendo uma parte em pó (cimento e agregados minerais) e outra parte líquida (polímero). Antes da aplicação, esses produtos devem ser devidamente misturados e homogeneizados. 

8. Como funciona? 

A Argamassa polimérica é composta por cimento juntamente com outros minerais inertes, polímeros acrílicos e alguns aditivos. Todos esses componentes juntos formam um revestimento durável, sendo impermeabilizante e com elevada resistência.

Argamassas poliméricas detêm a propriedade de penetrar na porosidade do substrato e promover uma cristalização superficial. Dessa forma, os poros do concreto são preenchidos, impedindo a penetração da água.

Leva pó de mármore, pó de quartzo e areia branca. O polímero metacrílico torna a argamassa bem mais aderente e flexível, além de vedar. Tem boa resistência a dilatações e não é suscetível a rachaduras.

Além de todas essas vantagens, o cimento polimérico é amigo do meio ambiente, pois não contem os principais ingredientes do cimento comum, que são prejudiciais.

 

Um Breve Raio-x Sobre Argamassa Polimérica

Autor: Janilton Maciel Ugulino
E-mail: janilton@engenheirocriativo.com.br

Autor: Janilton Maciel Ugulino
E-mail: janilton@lean.eng.br

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Um Breve Raio-x Sobre Argamassa Polimérica

Enviando Comentário Fechar :/