Engenheiro Criativo - Ensinando você a ter soluções criativas para problemas de seu cotidiano

10 lições de liderança do filme PERDIDO EM MARTE para inspirar o seu dia a dia

Leia e aproveite a oportunidade para mudar hábitos e melhorar resultados com as dicas de sobrevivência de Matt Damon no filme.

Por Janilton Maciel Ugulino dia em Insights

10 lições de liderança do filme PERDIDO EM MARTE para inspirar o seu dia a dia
  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Resolvi escrever esse texto visto que os filmes são poderosas ferramentas de motivação. Seja qual for o gênero, eles podem contribuir significativamente com nosso crescimento, desenvolvimento e aprendizagem por meio das valiosas lições de vida e carreira que transmitem, temos apenas que mudar a visão com o qual olhamos para eles, não podemos em drama, passar o filme todo chorando e não interpretarmos o que o autor, o diretor e o roterista estão tentando passar para nós.

Somente esses dias é que fui assistir "Perdidos em Marte". O filme conta o drama, e diga-se de passagem e que drama, do astronauta Mark Watney (Matt Damon), enviado a uma missão em Marte. E logo após uma severa tempestade, ocorrido no planeta com a equipe em solo, ele é dado como morto, e assim a equipe o deixa no planeta parte na viagem de volta a terra. Sozinho no misterioso planeta, com escassos suprimentos, sem saber como reencontrar os companheiros, ele tenta retornar a Terra.

Até aí, tudo bem! Um filme normal como todos os outros, se não fosse a minha mente criativa, pelo menos já venho trabalhando ela para o desenvolvimento criativo a mais de 2 anos, quando surgiu a ideia do "Projeto Engenheiro Criativo", e resovi agora fazer um paralelo com a vida real e a carreira profissional de alguns filmes hollywoodiano. Então, fui anotando em meu bloco de notas, algumas lições que o filme me fez refletir:

  1. Criatividade: Logo após sobreviver ao acidente, o ator tem que usar a criatividade para permanecer vivo, reaproveita ferramentas antigas e até mesmo cria novas técnicas, usando as suas skill para ver tudo que o cerca para utilizar como um potecial utensílios para ajudar em sua cultura de subsistência.
  2. Conhecimento: O astronauta, que é formado em botânica, teve que colocar em prática todo seu conhecimento, pois ele foi vital para que pudesse, pois como um possível missão de resgate poderia levar anos, alimentar-se seria algo crucial, assim ele precisaria manter-se alimentado por muito tempo. Assim ele fez uma plantação de batatas em um lugar que era impossível plantar qualquer coisa. Assim nossos conhecimentos são algo de extrema necessidade, não adianta ser a mente mais criativa e desenvolvida, sem o mínimo do conhecimento não vais a lugar algum, e esses conhecimentos encontra-se nos livros até mesmo nas escolas, em cursos de EAD, cursos livres, dentre outros, enfim tem que gostar de ler papai.

  3. Comunicação: Essa parte do filme foi vital e crucial para o seu resgate, pois sem ela, jamais o teriam encontrado. Mas não foi fácil, ele utilizou um ‘’alfabeto’’ ( não sei o nome) para que pudessem se comunicar e dar as coordenadas do local para o resgate. Precisamos saber nos comunicar, isso é o elemento mais básico de todo o nossa base evolucionária, sem comunição não há evolução, tem uma teoria no filme, "Duro de Matar 4.0" que fala sobre a teoria de um ataque cibernético em todas as redes de comunicação do País paralisando tudo, mas voltemos para Marte, assim como no filme na vida real precisamos saber nos comunicar para espor nossas ideias e assim explana-la para nossa Startup, colocar nossas ideias em prática, assim como quando escrevemos um texto ele tem que ser auto-explicativo, pois, a maioria das vezes, não estaremos perto de quem está lendo para tirar uma dúvida sobre o que escrevemos. Temos que aprender a nos comunicar bem.

  4. Trabalho em equipe: O sucesso do resgate só foi possível, graças ao empenho e o compromisso de todos os membros em executar a missão, tendo em vista que, a missão só seria concluída se todos estivessem de acordo com o plano, e sempre soube devido um velho ditado que quem quer ir rápido vá só e quem quer ir longe vá acompanhado. Assim temos que ter habilidade para trabalharmos em equipe, sabermos delegar tarefas e sabermos obedecer hierarquia.

  5. Prazo apertado:  Os engenheiros da Nasa deram um prazo de 6 meses para criar uma sonda para enviar alimento, porém, o diretor informou que o prazo era de apenas 3 meses. Imaginem o desespero do time?! Hehehehe imagina hoje quem nunca teve que produzir em um prazo apertado? Quem nunca teve que trabalhar sobre pressão para produzir para uma data que ninguém imagina que dária tempo? Então papai, saiba que isso se tornou uma "SKILL" também nos dias frenéticos de hoje.

  6. Acreditar em jovens talentos: Às vezes, as soluções e as grandes ideias vêm de pessoas que você menos espera, por isso, acho muito importante o líder ter a humildade de ouvir e confiar nos jovens talentos. Em um trecho do filme, um jovem astronauta, foi o principal responsável pelo sucesso da missão de resgate. Saber ouvir pessoas é uma grande skill que os lideres de hoje tem que aprender a desenvlover independente de quem seja, ou muito novo ou muito velho, pois ninguém sabe de onde virá a ideia criativa.

  7. Assumir riscos: O líder sempre tem que assumir o seu papel, ou seja, assumir riscos. No filme, o comandante assume a tarefa de sair da nave para realizar o resgate, colocando-se em perigo em prol da missão. Nos dias de hoje temos que saber que qualquer projeto inovador gera riscos, que o verdadeiro líder empreendedor sabe muito bem assumir.

  8. Foco na resolução do problema: Toda a equipe, inclusive a equipe da ‘’Nasa japonesa’’ estava focada e empenhada no sucesso da missão, não mediram esforços, horas extras, dedicação, etc... Quando temos foco em algo, percebemos que o resultado torna-se uma mera questão de tempo.

  9. A importância de ter uma equipe talentosa: Na equipe de astronautas, todos tinham habilidades diferentes. Ex: botânico, químico, etc... E isso foi fundamental para o sucesso do resgate, pois, teve o momento de criar uma bomba ( precisava do químico) , plantar batatas ( botânico). Steve Jobs sempre procurou ter os melhores ao seu lado, ele sempre soube montar as melhores equipes para desenvolver seus mais variados trabalhos, e a gente sabe onde ele chegou.

  10. Quando tudo conspirar contra, tenha fé e vá em frente: Quando tudo estava correndo bem, eis que a plantação das batatas é detonada, se perde, a primeira sonda enviada explodiu...Tudo parecia que estava caminhado para um final trágico, eis que surge uma luz no fim do túnel, uma equipe de astronautas japoneses resolvem ajudar no resgate e, no final, deu tudo certo! Quando tudo parecer o fim, tenha fé e busque forças para continuar e assim de onde você menos espera vem a luz no fim do túnel.

10 lições de liderança do filme PERDIDO EM MARTE para inspirar o seu dia a dia

Autor: Janilton Maciel Ugulino
E-mail: janilton@engenheirocriativo.com.br

Autor: Janilton Maciel Ugulino
E-mail: janilton@lean.eng.br

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para 10 lições de liderança do filme PERDIDO EM MARTE para inspirar o seu dia a dia

Enviando Comentário Fechar :/